+55 16 3945-2732
Aceitamos financiamento BNDES
16/10/2020

Crescimento de Camaçari demanda maior investimento em saneamento básico

voltar
Por Phovoir
Entre os municípios da região metropolitana de Salvador, Camaçari foi um dos que, nos últimos anos, passou por crescimento populacional e de ocupação urbana acima da média. Esse crescimento se deve aos inúmeros programas de habitação popular e empreendimentos turísticos ou residenciais de alto padrão. Atualmente, é o quarto município baiano em população, ficando atrás de Vitória da Conquista, Feira de Santana e Salvador.
Para atender as demandas de saneamento básico resultantes da dinâmica de crescimento de Camaçari, a Embasa tem investimentos concluídos e em andamento, que somam recursos da ordem de R$ 356 milhões. Entre as ações, ampliação da capacidade de produção e distribuição de água tratada; aumento da capacidade de coleta; tratamento de esgoto doméstico; perfuração de poços e implantação de pontos de acesso à rede coletora de esgoto existente.
Mais água
Em agosto deste ano, a ampliação do sistema de abastecimento de água (SAA) Machadinho Norte foi entregue ao município. Essa obra, executada com recursos do PAC 2/BNDES e próprios da Embasa, no valor de R$ 42,1 milhões, está garantindo regularidade na distribuição de água para diversas localidades de Camaçari e torna viável o abastecimento regular, em localidades da orla, a exemplo de Arembepe, durante o verão, quando aumenta a população local por conta da chegada de veranistas e turistas.
 
Atualmente, a obra de ampliação do SAA Machadinho Sul está com cerca de 60% de seu cronograma executado. As frentes estão em ritmo acelerado e, quando concluídas, vão beneficiar 93 mil habitantes das localidades de Jauá, Pé de Areia, Catu de Abrantes, Busca Vida, Abrantes (vila e rural), Machadinho, Cajazeiras de Abrantes e Areias, Sucupió, Água Fria, Parque das Mangabas, Monte Negro e Serra Verde, Cajirus, Malícia e Alphaville Litoral Norte. A realização deste empreendimento conta com recursos do PAC 2/OGU e recursos próprios da Embasa da ordem de R$ 26,7 milhões. A conclusão do empreendimento está prevista para abril de 2021.
Na sede municipal, a Embasa vai retomar a obra de ampliação do SAA de Camaçari ainda este ano. A obra conta com recursos do PAC 2/FGTS e próprios da Embasa da ordem de R$ 58,5 milhões e beneficia aproximadamente 256 mil pessoas. Toda a estrutura vai aumentar em 57% a capacidade de produção de água e em 200% a capacidade de reservação do sistema da sede municipal, tornando-o capaz de atender à crescente demanda.
Coleta e tratamento de esgoto
A ampliação do sistema de esgotamento sanitário (SES) da sede de Camaçari já foi concluída e entregue ao município. Realizada em duas etapas, a primeira foi executada com recursos do PAC 1/OGU da ordem de R$ 97,8 milhões e beneficiou em torno de 65 mil habitantes.
Já a segunda etapa, entregue em 2019, foi executada com recursos do FGTS e próprios da Embasa da ordem de R$ 27,3 milhões. Com a entrega das duas etapas, a sede municipal alcançou uma cobertura 52% de atendimento do serviço de esgotamento sanitário. A expectativa é alcançar 80 %, após a instalação de pontos de ligação à rede pública de esgoto que está em andamento.
Para a diretora de empreendimentos da Embasa, Rita Bonfim, o acesso a coleta e tratamento de esgoto, na sede municipal de Camaçari, além de proporcionar condições sanitárias no ambiente urbano, também contribui para a despoluição dos rios Camaçari e Piaçaveira, afluentes do rio Joanes, um dos mananciais que abastecem Salvador e se encontra na área de preservação ambiental Joanes/Ipitanga.
 
Em agosto deste ano, foram iniciadas as obras de implantação do SES de Arembepe, localidade do litoral norte baiano conhecida por seus belos rios e praias. O empreendimento vai beneficiar uma população de 16.776 habitantes. A execução conta com recursos do PAC 2/OGU e próprios da empresa da ordem de R$ 35 milhões e tem previsão de conclusão em abril de 2022.