+55 16 3945-2732
Aceitamos financiamento BNDES
05/02/2015

Ibovespa sobe pelo 2º dia seguido com Petrobras, bancos e Vale

voltar
Christian Ferrari, SXC
A Bovespa fechou em alta nesta terça-feira, 3, , pela segunda sessão consecutiva, conduzida pelo ganhos consistentes das ações da Petrobras, de bancos e do setor de mineração e siderurgia. A alta das bolsas em Nova York também ajudou a impulsionar o avanço da bolsa brasileira.
 
No fim do dia, o Ibovespa subiu 2,76%, aos 48.963,66 pontos. Na máxima, a bolsa atingiu 48.993 pontos (+2,82%) e na mínima, 47.664 (+0,06%). O volume de negócios totalizou R$ 7,330 bilhões. No mês de fevereiro, o índice acumula alta de 4,38% e no ano, baixa de 2,09%.
 
O avanço dos papeis da Petrobras ajudou a impulsionar a bolsa desde abertura, ajudado pela notícias sobre uma possível mudança no comando da empresa. Na última hora do pregão, as ações da estatal perderam força com notícias de que a Fitch rebaixou o rating da companhia de BBB para BBB-, um nível acima da perda do grau de investimento. A agência de classificação de risco também colocou os ratings em observação negativa.
 
Os papéis, que subiam ao redor de 12% antes do corte, chegaram a operar em alta de 9%, mas, voltaram a se recuperar logo depois. No final, as ações ON fecharam com alta de 14,24% e as PN, com avanço de 15,47%, entre as maiores altas do Ibovespa. Nesta tarde, a presidente da empresa, Graça Foster, esteve reunida com a presidente Dilma Rousseff, no Planalto, em meio a rumores de sua saída do cargo.
 
As ações do setor financeiro subiram, com os investidores indo às compras depois que o Itaú Unibanco divulgou dados robustos no quarto trimestre do ano passado. O Itaú reportou alta de 18,8% do lucro líquido, para R$ 5,520 bilhões, no último trimestre do ano passado, na comparação com igual período de 2013. Os papéis ON do banco fecharam com alta de 2,79%. No mesmo segmento, Banco do Brasil (+3,22%), Bradesco PN (+3,70%) e Units do Santander (+4,00). O banco espanhol também divulgou resultados, informando pela primeira vez desde 2010 que a filial brasileira não foi a mais lucrativa para os espanhóis. Segundo o Santander, o lucro atribuído à filial brasileira somou 391 milhões de euros no período, o que representa uma queda de 4,4% na comparação com os três meses anteriores.
 
No setor de mineração e siderúrgica, as ações também registraram ganhos consistentes, beneficiadas pelas expectativas sobre a adoção de mais medidas de estímulo monetário na China. Vale ON (+5,72) e Vale PNA (4,82%), Gerdau PN (2,75%) e Usiminas PNA (2,01%).
 
Do lado negativo, os destaques foram as ações do setor de energia: Light ON (-6,67%), Energias do Brasil ON (-4,15%) e Cemig PN (-2,00%). A agência de classificação de risco Fitch afirmou que a difícil recuperação dos níveis dos reservatórios das hidrelétricas, em função da escassez de chuvas, aumenta a probabilidade de que haja um racionamento de energia no Brasil.
 
No exterior, os mercados de Nova York operam em alta, reagindo à nova alta dos preços do petróleo, ao noticiário sobre fusões e aquisições e informes de resultados de empresas. A notícia de que o governo da Grécia desistiu de pedir um perdão da dívida a seus parceiros da zona do euro contribuiu para o avanço dos índices. Há pouco, o índice Dow Jones (+1,37%), S&P 500 (+0,97%) e Nasdaq (+0,73%).


Fonte: Yahoo Notícias, com informações de Estadão Conteúdo